quarta-feira, maio 24, 2006

39

Comício para ninguém continuar ninguém.Sai do meu corpo de humano hoje e tratei de ser eu mesmo. Se foi possível não me interessa. Pois os interesses do renascente ser que escreve agora ainda é aquele que peguei na plenitude da hipocrisia. Uma mente equivocada inebriada por tantas verdades mentirosas que não faziam jus ao que ele (o eu antes do massacre) pensava saber sobre o seu pequeno mundo. Quase tudo fez tanto sentido e não se respalda em considerações morais ou grandes sabedorias.

Nenhum comentário: