domingo, junho 11, 2006

55

Eucalipto. Flores enfeitam meus olhos...Versos seguram minha mão e uma melodia acaricia meus ouvidos...Que sentido humano conhece os sentimentos de um homem que sabe de sua origem? Como posso dizer aquilo que não vive em palavras...descrever o intimo de um "eu" que não participa da visão de outros eus. Cansado...Preciso de uma floresta de eucaliptos, de uma cachoeira, uma alegoria real e minutos de vento...

Nenhum comentário: