sexta-feira, junho 23, 2006

58

Cansado, o palhaço só ri de si mesmo. Quimeras e quimeras. O que mais me fascina hoje, Sr. Lousada e Sr. Barbosa, é um olhar que corre livre no espelho. Vejo tão leve...Ontem uma grande amiga me perguntou onde estão meus poemas que há anos postava na internet. Srta. Maroun, hoje eu deixo minha verve escapar nesses posts, mas não que deixei o rapaz de alguns anos atrás sozinho escrevendo sobre amores e solidões...ainda vive comigo o "eu" diferente daquela época. Entretanto...há um animal mais contido, comportado...rindo de si mesmo. Essa graça...é a glória de um resto presente de vários eus...e todo o amor e ódio que vivi até o minuto.

Nenhum comentário: