sexta-feira, junho 23, 2006

59

Calhas que derramam água de chuva colorida. Solidão a parte...Multidão a parte...Caminho rumo ao monte, minha varanda solidária me aguarda e um desdem sadio a humanidade. Não tenho mais tanta fé assim para tolerar mundos e mundos de sonhos e sonhos. Tenho romantismo impregnado nas veias...a genealogia do Roma ntismo...E irei como Zaratustra ou como uma sombra para o alto da montanha...ou destruirei muito chão para buscarmos logo uma forma mais bela de locomoção...voar por exemplo.

Nenhum comentário: