quarta-feira, junho 28, 2006

61

Só existe eu quando seguido de verbo? Degeneração...cansaço, bilis negra, mellan collie e estou cansado da primeira pessoa. O desgaste em dizer tudo na primeira pessoa do singular...Os excessos dos discursos...da minha história. Aliás...o quão importante foi ela pra alguém senão pra mim? Pra que falar dela?
Basta...é a velha tendência a tristeza. Na verdade é sentir demais que traz aos meus dedos esses caracteres...
Lembrei da banda portuguesa "Xutos e Pontapés"...A música é "O homem do leme": Eis o refrão...

"E uma vontade de rir nasce do fundo do ser. E uma vontade de ir, correr o mundo e partir, a vida é sempre a perder..."

Nenhum comentário: