sexta-feira, março 28, 2008

176

Entre raios. Vi que ali vive um pouco da senhorita. Um perfume com suco da tarde. Quando pássaros sem nome cantam e um sol procurando cama repousa seu brilho em seus cabelos. O castanho nada em seus ombros e ali, bem perto dali, mora um "eu" perdido. Que não sabe que dia comemora seu aniversário...e não sabe como não se apaixonar.

Nenhum comentário: