sábado, setembro 19, 2009

210

Natureza. Parte 1. Parece que somente a natureza faz delivery de pequenas doses de verdade. Se o agora é tão duvidoso, ontem era tão certo. Falta adjetivos ao cético, este que nas suas várias teorias, deveria conhecer tão bem o âmago das coisas e devolver a nós os detalhes mais próximos da verdade, prefere respostas booleanas...curtas e grosseiras. Lembro-me. Como se fosse ontem: Atravessar a rua e olhar para todos os lados...poderia vir algo de cima ou de baixo, além da esquerda e da direita. Aquele sinal da minha infância era um forte indício daquilo que eu viria e me tornar: um acidente. Não encontrei momento consciente (disponível na memória) onde ambicionasse uma vida ordinária, mas a natureza me fez acreditar na força de um tufão ou de uma correnteza. Meus modelos de heróis ainda possuem reproduções do poder da natureza. A tal natureza faz com que nós, ditos humanos, deixem a vida sem muita explicação. Ela não nos explica seus motivos. E não há verdade maior que essa. "Uma árvore que nunca foi vista por você, existe ou não?" Eu garanto que ela existe...

2 comentários:

Anônimo disse...

Respostas curtas e grosseiras...
Lembro-me. Como se fosse ontem.

essilian disse...

Obrigado pela sugestão.